Ação Social

Ação Social no Capão com ativistas locais e pastor

MENOS BLÁ E MAIS PÁ!

(Ta aqui a sequência do que começamos há uma semana no Face! Vlw Galera!)

Abri o computador e me deparei com a seguinte mensagem de meu amigo Gilson Periferia:

-Rabino! Será que vc consegue arrumar uma cadeira de rodas, pra banho, para uma senhora lá da minha região?

-É pra já – respondi – meu Facebook foi feito para isso!

Logo postei o pedido, e em poucos minutos a boa notícia chegou:

Já tínhamos a cadeira de rodas, doada por meu amigo, Pastor Renato Saito. (Isso é que é Parceria inter-religiosa!!! Não discutimos religião, nem ‘sincretizamos’, somente FAZEMOS juntos o que deve ser feito, independente de credo e fé!).

No dia seguinte combinamos de nos encontrar na Marginal Pinheiros,entre Guarulhos, onde fui com meus amigos e parceiros Eduardo Gomez e Samantha Matos buscar uma doação de brinquedos, e o Capão Redondo, (extrema zona sul de São Paulo), para onde levaríamos a cadeira de rodas e os brinquedos para serem distribuídos.

Após uma parada no meio do caminho, onde batemos um bom papo, (além do pastor Renato havia outro pastor e um jovem aprendiz), seguimos para a comunidade Terra Prometida, onde deixamos os brinquedos e muitas crianças felizes.

Em seguida fomos para a casa da dona Marines, a senhora que precisava da cadeira de rodas. Ela estava deitada, imóvel no sofá da sala, com seus filhos e netos à rodeando, tristes com sua paralisia, provocada por uma queda das escadas, e agradecidos pela cadeira de rodas e pela atenção.

Após uma breve conversa, o inesperado: Nosso amigo Renato sentou-se aos pés da vovó e começou a massagear seus pés:

-Está doendo? Perguntou ele.

-Não – respondeu a senhorinha – só estou sentindo um formigamento nos pés.

Mas em poucos instantes veio a surpresa: As pernas de dona Inês começaram a se mexer e os sorrisos e lágrimas da família a aparecer!

-Faça isso todos os dias – falou Renato para uma das filhas. Então nos despedimos e começamos nossa viagem de volta. Mais um dia mágico e cheio de boas surpresas chegava ao seu… Meio!

Sim, meio, pois à noite, minha esposa jacque, nossa amiga Maira e eu ainda voltaríamos à periferia para visitar nosso amigo, ex morador de rua, ex interno de manicômios e atual coveiro e escritor de PRIMEIRA, Tico, um monumento vivo da sabedoria de vida e da riqueza que transcende a condição social e que dinheiro algum pode comprar!

Gratidão aos amigos Javier pelos brinquedos, Edu e Sá pelo transporte, Renato, pela cadeira de rodas e Gilson e Marinês por dar-nos a oportunidade de trazermos à tona aquilo que temos de melhor!

Abs a todos!

RabinoVentura e JacqueVentura!

Menos Blá e mais Pá! Judaísmo é Atitude!